Normas para publicação

CATEGORIAS E REQUISITOS DE MANUSCRITO

Artigos originais de pesquisa de alto mérito científico no campo dos aspectos cirúrgicos e protéticos da implantologia, incluindo ciências dos materiais, fisiologia da cicatrização de feridas, prevenção e tratamento de processos patológicos que comprometam a longevidade dos implantes, ensaios clínicos em sistemas de implantes, fisiologia estomatognática dos implantes orais, novos desenvolvimentos em conceitos terapêuticos, reabilitação protética e estudos de alto impacto dentro das diversas especialidades das ciências da saúde.
Em geral, o BJIHS aceita estudos in vitro para revisão somente quando houver um componente in vivo no estudo.
O BJIHS encoraja o relato completo de todos os dados em um manuscrito, em oposição aos dados do relatório (por exemplo, dados clínicos e radiográficos) em vários manuscritos.

Artigos de revisão de especialistas sobre novos desenvolvimentos nas ciências básicas relacionadas à implantologia ou ciências da saúde. As críticas são feitas apenas por convite do Editor-Chefe.

Artigos em perspectiva sobre áreas de tópicos relacionados à Implantologia e conceitos aplicados clinicamente por convite apenas do Editor-Chefe.

Relatos de casos e séries de casos, mas somente se eles fornecerem ou documentarem novos conhecimentos fundamentais e se usarem linguagem compreensível para o clínico.

Novos desenvolvimentos se eles fornecem uma novidade técnica para qualquer sistema de implante

Comunicações breves de resultados importantes de pesquisa em um formato conciso e para publicação rápida.

Anais de conferências  também podem ser considerados para publicação, a critério do Editor-Chefe.

 

PREPARAÇÃO DA APRESENTAÇÃO


Cartas de apresentação

As cartas de apresentação não são obrigatórias; no entanto, elas podem ser fornecidas a critério do autor.


Partes do manuscrito

O manuscrito deve ser submetido em arquivo único, contendo texto imagens e tabelas.


Arquivo do texto principal

O arquivo de texto deve ser apresentado na seguinte ordem:

i.. Um título informativo curto, contendo as principais palavras-chave. O título não deve conter abreviações. Nomes comerciais / de produtos não devem ser incluídos no título;
ii. Um título de curta duração com menos de 60 caracteres;
iii. Os nomes completos dos autores;
iv. As afiliações institucionais do autor onde o trabalho foi realizado, com uma nota de rodapé para o endereço atual do autor, se diferente de onde o trabalho foi realizado;
v. agradecimentos;
vi. Contribuições dos autores: forneça uma declaração listando as contribuições feitas por cada um dos autores. Exemplo: AS e KJ conceberam as idéias; KJ e RLM coletaram os dados; RLM e PAK analisaram os dados; e AS e KJ lideraram a redação. 
vii. Resumo, palavras-chave do termo MeSH e contagem de palavras;
viii. Texto principal;
ix. Referências;
x. Tabelas (cada tabela completa com título e notas de rodapé);
xi. Legendas das figuras;
xii. Apêndices (se relevante).

Figuras e informações de suporte devem ser fornecidas no mesmo arquivo do texto e podem vir no final ou no meio do texto.

Agradecimentos

As contribuições de qualquer pessoa que não atenda aos critérios de autoria devem ser listadas, com permissão do colaborador, na seção Agradecimentos. Suporte financeiro e material também deve ser mencionado. Graças a revisores anônimos, não são adequados.


Declaração de conflito de interesse

Os autores serão solicitados a fornecer uma declaração de conflito de interesses durante o processo de envio. Os autores que enviaram devem garantir a ligação com todos os co-autores para confirmar o acordo com a declaração final.

Resumo

Os resumos não devem exceder 320 palavras. Deve ser estruturado em: objetivos, material e métodos, resultados, conclusões e nenhuma outra informação. Os nomes comerciais / de produtos não devem ser incluídos no resumo.

Todo resumo em português ou espanhol deve obrigatoriamente ser seguido de um resumo em Inglês com palavras chaves tambem em inglês.  


Palavras-chave

Forneça de 3 a 8 palavras-chave. Palavras-chave devem ser extraídas daquelas recomendadas pela lista de navegadores de assuntos médicos da Biblioteca Nacional de Medicina dos EUA (MeSH) em www.nlm.nih.gov/mesh .


Texto principal de artigos originais de pesquisa 

O texto principal deve incluir Introdução, Material e Métodos, Resultados e Discussão. 

Introdução: Resuma a lógica e o objetivo do estudo, fornecendo apenas referências estritamente pertinentes. Não revise a literatura existente extensivamente. Declare claramente a hipótese de trabalho.

Material e Métodos: O material e os métodos devem ser apresentados em detalhes suficientes para permitir a confirmação das observações. Os métodos publicados devem ser referenciados e discutidos apenas brevemente, a menos que modificações tenham sido feitas. Indique os métodos estatísticos utilizados, se aplicável.
O número de registro do ensaio clínico e o nome do registro do ensaio devem ser incluídos nos Materiais e Métodos na fase de envio.
Os autores que concluíram as diretrizes de CHEGADA, lista de verificação STROBE ou CONSORT devem incluir como última frase na seção Métodos uma sentença declarando conformidade com as diretrizes / lista de verificação apropriadas.

Resultados: apresente seus resultados em uma sequência lógica no texto, tabelas e ilustrações. Não repita no texto todos os dados nas tabelas e ilustrações. As observações importantes devem ser enfatizadas.

Discussão: Resuma as descobertas sem repetir detalhadamente os dados fornecidos na seção Resultados. Relacione suas observações com outros estudos relevantes e aponte as implicações dos resultados e suas limitações. Cite outros estudos relevantes.

Texto Principal de Comunicações Curtas

As comunicações breves são limitadas a duas páginas impressas, incluindo ilustrações e referências, e não precisam seguir a divisão usual em material e métodos, etc., mas devem ter um resumo.

Referências

- As referencias devem ser numeradas no estilo Vancouver. 

- Obrigatiramente a numeração deve convergir com o numeral citado no corpo do artigo.

- A normativa de como referenciar um estudo não precisa ser obrigatoriamente no estilo Vancouver, apenas a numeração é obrigatoria. As referencis podem tambem ser escritas no estilo ABNT, APA, Chicago, Harvard ou Vancouver, ficando a critéroi do autor escolher uma delas. As formas de referências não podem ser misturadas em um único artigo, ao escolher uma destas formas de citação, todas as outras devem seguir o mesmo estilo.    

 

Tabelas

As tabelas devem ser independentes e complementar, e não duplicar, as informações contidas no texto. Eles devem ser fornecidos como arquivos editáveis, não colados como imagens. As legendas devem ser concisas, mas abrangentes - a tabela, a legenda e as notas de rodapé devem ser compreensíveis sem referência ao texto. Todas as abreviações devem ser definidas nas notas de rodapé. Símbolos de nota de rodapé: †, ‡, §, ¶, devem ser usados ​​(nessa ordem) e *, **, *** devem ser reservados para valores-P. Medidas estatísticas como SD ou SEM devem ser identificadas nos títulos.


Figura Legends

As legendas devem ser concisas, mas abrangentes - a figura e sua legenda devem ser compreensíveis sem referência ao texto. Inclua definições de quaisquer símbolos usados ​​e defina / explique todas as abreviações e unidades de medida.


Figuras

Todas as figuras devem esclarecer o texto e seu número deve ser reduzido ao mínimo. Os detalhes devem ser grandes o suficiente para manter sua clareza após a redução no tamanho. As micrografias devem ser projetadas para serem reproduzidas sem redução e devem ser vestidas diretamente na micrografia com uma escala de tamanho linear, setas e outros designadores, conforme necessário. Cada figura deve ter uma legenda.

Embora os autores sejam encorajados a enviar os números da mais alta qualidade possível, para fins de revisão por pares, uma grande variedade de formatos, tamanhos e resoluções são aceitos.


Figuras coloridas. As figuras enviadas em cores podem ser reproduzidas on-line gratuitamente. Observe, no entanto, que é preferível que os números das linhas (por exemplo, gráficos e tabelas) sejam fornecidos em preto e branco, para que sejam legíveis se impressos por um leitor em preto e branco.

 

Arquivos adicionais

Apêndices

Os apêndices serão publicados após as referências. Para submissão, eles devem ser fornecidos como arquivos separados, mas mencionados no texto.


Informações de Apoio

Informações de suporte são informações que não são essenciais para o artigo, mas fornecem maior profundidade e histórico. Está hospedado online e aparece sem editar ou digitar. Pode incluir tabelas, figuras, vídeos, conjuntos de dados, etc.

Nota: se dados, scripts ou outros artefatos usados ​​para gerar as análises apresentadas no artigo estiverem disponíveis através de um repositório de dados disponível ao público, os autores deverão incluir uma referência à localização do material em seu artigo.


Pontos gerais de estilo

Os pontos a seguir fornecem conselhos gerais sobre formatação e estilo.

Abreviações: Em geral, os termos não devem ser abreviados, a menos que sejam usados ​​repetidamente e a abreviação seja útil para o leitor. Inicialmente, use a palavra na íntegra, seguida pela abreviação entre parênteses. Depois disso, use apenas a abreviação. Use apenas abreviações padrão. Em caso de dúvida, será respeitada a ortodoxia ortográfica do terceiro novo dicionário internacional de Webster. Evite abreviações no título.

Símbolos: O símbolo% deve ser usado para porcentagem, h por hora, min por minuto e s por segundo. As expressões in vitro, in vivo, in situ e outras expressões latinas devem ser colocadas em itálico.

Unidades de medida: As medidas devem ser dadas em unidades SI ou unidades derivadas. Visite o site do Bureau International des Poids et Mesures (BIPM) para obter mais informações sobre as unidades SI.

Números: os números abaixo de 10 são escritos, exceto: medições com uma unidade (8 mmol / l); idade (6 semanas) ou listas com outros números (11 cães, 9 gatos, 4 gerbos). Não use algarismos romanos no texto.

Decimais: em decimais, um ponto decimal e não uma vírgula serão usados.

Nomes científicos: Os nomes adequados das bactérias devem ser binomiais e devem ser sublinhados individualmente no texto datilografado. O nome próprio completo (por exemplo, Streptococcus sanguis) deve ser fornecido na primeira menção. O nome genérico pode ser abreviado posteriormente com a primeira letra do gênero (por exemplo, S. sanguis). Se a abreviação do nome genérico puder causar confusão, o nome completo deverá ser usado. Se a forma vernacular de um nome de gênero (por exemplo, estreptococos) for usada, a primeira letra do nome vernacular não será maiúscula e o nome não será sublinhado. O uso de duas letras do gênero (por exemplo, Ps. Para Peptostreptococcus) está incorreto, mesmo que isso evite ambiguidade.

Nomes comerciais: Substâncias químicas devem ser referidas apenas pelo nome genérico. Nomes comerciais não devem ser usados. Os medicamentos devem ser referidos por seus nomes genéricos. Se os medicamentos proprietários tiverem sido utilizados no estudo, consulte-os pelo nome genérico, mencionando o nome proprietário e o nome e a localização do fabricante entre parênteses.

Os valores de P devem ser escritos na íntegra e em itálico (por exemplo, p = 0,04 ) - 3 casas decimais


Submissão de manuscritos revisados

Ao enviar manuscritos revisados, solicita-se aos autores que realcem as revisões em amarelo, em vez de usar os recursos de alteração de faixa. Além disso, uma carta de resposta do autor deve ser fornecida, incluindo uma resposta detalhada a cada ponto de cada revisor.

Serviço de suporte BJIHS

Caso o autor tenha dificuldades em deixar o artigo nas diretrizes determinadas pelo periódico, o BJIHS oferece o serviço de Adequação as normas do Periódico. Este serviço tem o valor de 100,00 BRL ou 30,00 USD. Ressaltamos que a contratação deste serviço em nada influencia na decisão editorial final do periódico, apenas garante que o artigo não será rejeitado por estar fora das normas estabelecidas pela publicação.